Banho de chinelo no banheiro coletivo e a temida micose

Minha mãe leva limpeza a sério, tanto que às vezes faço brincadeiras com ela. Para descrever um pouco o “cenário”: ela não bebe do copo dos outros (nem do meu), não gosta de compartilhar pipoca do mesmo saco, não come alface em qualquer lugar que não seja em casa e sempre toma banho de chinelo quando viajamos. Não só a dona Bete segue essas regras, como passa para frente e checa se eu estou fazendo tudo direitinho. E de tanto ouvir acabei tomando alguns hábitos para mim, como por exemplo, o chinelo no banheiro coletivo.

Agora não faz sentido algum, mas há dois anos, em uma viagem pela Nova Zelândia, esqueci de pegar o chinelo para tomar banho no hostel e me pareceu uma ótima solução usar meias para me proteger. É, eu sei, viajei! Mas o chinelo de borracha defende, sim, os seus pés contra uma série de microrganismos que podem causar infecções. Os fungos se desenvolvem em ambientes quentes, úmidos e fechados, e são eles os causadores da famosa frieira, a micose de pele mais comum do mundo. Então, você pode, sim, pegar micose no banho.

Se você não usa chinelo para tomar banho durante viagens e acha que é tudo besteira, imagine essa conjuntura: centenas de pessoas entrando e saindo dos chuveiros após um dia cheio de passeios, com os pés cansados, suados e carregados de bactérias. Mal dá tempo de o chão secar, para alegria das bactérias que ali são deixadas e dos fungos que estão bem alimentados. Não custa nada colocar uma parede entre os seus pés e essa festa de microrganismos, né?
Outros cuidados simples que podem prevenir micose nos pés são: evitar ficar o tempo todo com calçados fechados, usar talco em caso de suor excessivo nos pés, e sempre secar bem entre os dedos após o banho.

Sintomas e tratamento
Os principais sintomas da micose são coceira entre os dedos, vermelhidão, descamação e rachaduras na pele. O tratamento é feito com pomada prescrita por dermatologista e aplicada diretamente no local. Caso a micose esteja na unha, o método é um pouco mais complicado por conta da dificuldade em chegar à área atingida. Procure um médico para prescrição de medicamentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *