Intoxicação alimentar na viagem: sintomas, como prevenir e tratar

Arte: Janaina Borba / Content Word Wise

Se tem uma coisa sobre a qual eu ouvi falar quando estava planejando meu mochilão pela Ásia foi “food poisoning“. Já estava até preparada para enfrentar um enjoo e distúrbios gastrointestinais, a conhecida diarreia, né? Os dois sintomas já são desagradáveis quando você está no conforto de casa, mas mochilando, pegando ônibus, dormindo em hostels e compartilhando banheiro com mais um monte de viajante o cenário fica BEM pior. Confesso que a minha dieta na primeira semana na Tailândia foi só KFC e sanduíches do 7-Eleven. Mas depois ampliei o cardápio para comida local e, sorte ou não, passei invicta pelos dois meses de mochilão.

A intoxicação alimentar é causada por bactérias, parasitas e vírus presentes na refeição. Carnes, frangos, peixe e ovos estão entre os principais itens que podem acumular esses organismos, assim como alimentos que ficam expostos ao ar livre ou armazenados por muito tempo. Sabe aquelas comidas de barraquinha de rua? Pois é… Água contaminada também pode te fazer passar dias no banheiro durante a viagem. Vale lembrar, sem paranoia, que gelo pode conter bactérias, assim como suco natural, vitaminas e até o cafezinho.

Como eu disse, comecei minha viagem pela Ásia “pisando em ovos”, mas aparentemente eu era uma das poucas. Outros mochileiros que encontrei estavam experimentanto de tudo nas barraquinhas, mercados e carrinhos de comida de rua. Realmente não dá para viajar com essa preocupação o tempo todo. Bom, a intoxicação alimentar pode durar de um a 10 dias. O principal sintoma é diarreia, mas dependendo do caso a pessoa pode apresentar náusea, vômito, dores abdominais e febre.

Como tratar
Na maioria dos casos, os sintomas costumam ir embora sozinhos, quando o corpo coloca para fora o organismo contaminado. Para combater os efeitos, você precisa se hidratar, seja com água limpa, água de coco, sucos naturais ou chás. Logo após o aparecimento do primeiro sintoma, especialistas indicam a ingestão de pequenas porções de soro caseiro a cada hora e que evite o consumo de alimento sólido nas primeiras seis horas.

Quando procurar um médico
Se nada estiver parando no estômago e você estiver há horas com diarreia e vômito, deve procurar um posto médico ou hospital. Tomar soro na veia ajuda a repor os líquidos. Se estiver vomitando sangue, notar sangue nas fezes, tiver febre alta, dificuldade para falar e engolir, fraqueza, tontura e visão embaçada também deve procurar ajuda profissional. Em alguns casos, a intoxicação alimentar precisa ser tratada com antibióticos.

Ficar de molho durante uma viagem não é legal, mas quanto mais você descansar e se cuidar, mais rápida será a recuperação. Quando voltar a comer, seja gentil com seu estômago e escolha comidinhas mais leves e sem risco de contaminação.

QUER AJUDA PARA SUA PRÓXIMA VIAGEM?

QUER AJUDA PARA SUA PRÓXIMA VIAGEM?

Entre em contato, opine e participe com sugestões para o blog

Sending

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *