Regras para viajar de avião com o animal de estimação

 

Wilson entrou na minha mala para chamar a atenção
Wilson entrou na minha mala para chamar a atenção

Você tem um melhor amigo de focinho e quer saber como fazer uma viagem de avião com animal de estimação? O meu é o Wilson (na foto)! Viajar de carro por aí não é um grande problema, tirando o estresse e o enjoo que às vezes eles sentem, mas quando a trip é mais longa e envolve companhias aéreas a série de regrinhas pode complicar os planos. Vacinas, atestados, exames, dinheiro, e muita burocracia. Alguns países exigem até período de quarentena antes de os bichinhos serem autorizados a viajar. Fiz abaixo uma lista com informações sobre como levar o seu pet em cinco companhias que operam voos nacionais e internacionais. Olha aí:

TAM

Animais permitidos: cachorros e gatos

Na cabine de passageiros:
– Ter até 7kg
– Ter mais de 8 semanas de idade
– Para os EUA, animal deve ter mais de 4 meses
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Reserva de poltrona na janela em assento que não seja na saída de emergência

O serviço deve ser solicitado com no mínimo 48 horas de antecedência. O valor médio do serviço para voos nacionais é de R$ 200 e de USD 200 para viagens internacionais.

No compartimento de carga:
– Animais domésticos devem ter no mínimo 3 meses de idade
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Guia de Trânsito Animal emitida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para animais que não são domésticos
– Autorização do IBAMA para animais silvestres controladas pelo órgão
– Não ser animal exótico ou silvestre cuja finalidade do transporte seja pesquisas de laboratório

O serviço deve ser solicitado com no mínimo 48 horas de antecedência. Valores variam de acordo com as características do animal e trecho.


GOL

Animais permitidos: cachorros e gatos
Destinos indisponíveis (cabine de passageiros):  voos internacionais e de companhias aéreas parceiras

Na cabine de passageiros:
– Ter até 10 kg
– Estar limpo e livre de odores
– Ter no mínimo 4 meses de idade
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Ser vacinado contra raiva no mínimo 30 dias e no máximo 12 meses antes da viagem
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Reserva de poltrona na janela em assento que não seja na saída de emergência

O serviço deve ser solicitado com o mínimo de três horas de antecedência e está sujeito aos limites de um animal de estimação por passageiro e quatro animais por voo. O pedido pode ser feito por telefone e custa R$ 200 por trecho.

 No compartimento de carga:
– Ter até 30 kg
– Não ser de raça braquicefálica, ou seja, de focinho achatado
– Caixa para transporte com identificação e contatos do cliente
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Estar com a carteira de vacinação atualizada
– Certificado Veterinário Internacional para voos fora do Brasil
– Certificado Zoosanitário Internacional para voos fora do Brasil
* Em caso de voos internacionais, diferentes regras do país de destino se aplicam

O serviço deve ser solicitado com o mínimo de 48 horas de antecedência. O preço é varia de acordo com a distância do trecho, saindo por (em média) R$ 160 em um voo São Paulo – Rio e R$ 650 para São Paulo – Fortaleza. Valor baseado no transporte de um animal de 30 kg.


LATAM AIRLINES

Animais permitidos: cachorros e gatos
Destinos indisponíveis: Ilhas Galápagos, Austrália, Nova Zelândia, Papeete e Inglaterra.

Na cabine de passageiros:
– Ter até 7kg
– Ter mais de 8 semanas de idade
– Para os EUA, animal deve ter mais de 4 meses
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Reserva de poltrona na janela em assento que não seja na saída de emergência

O serviço deve ser solicitado com no mínimo 48 horas de antecedência. O valor médio do serviço para voos nacionais é de R$ 200 e de USD 200 para viagens internacionais.

No compartimento de carga:
– Certificado do veterinário definido pela agência sanitária de cada país de destino
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Caixa de transporte de acordo com os padrões da IATA
– Etiqueta de identificação da classe do animal
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Certificado Veterinário Internacional para voos fora do Brasil
– Certificado Zoosanitário Internacional para voos fora do Brasil
* Em caso de voos internacionais, diferentes regras do país de destino se aplicam

O serviço deve ser solicitado com no mínimo 48 horas de antecedência. Valores variam de acordo com as características do animal e trecho.


TAP

Animais permitidos: cachorros e gatos
Destinos indisponíveis:  Reino Unido (cabine de passageiros, com exceção de animais de assistência)

Na cabine de passageiros:
– Ter até 8 kg
– Estar limpo e livre de odores
– Fêmeas não podem estar prenhas
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Reserva de poltrona na janela em assento que não seja na saída de emergência

O serviço deve ser solicitado com antecedência e está sujeito ao limite de animais por voo.

No compartimento de carga:
– Animais com mais de 45kg ou acima de 32kg para os destinos Estados Unidos, Hungria, França, Luxemburgi e Países Baixos
– Transporte deve estar previsto no percurso descrito no bilhete do passageiro
– Animal deve ser entregue quatro horas antes da partida
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Animais até 45 kg podem ser transportados no compartimento de carga no mesmo voo que o passageiro

O serviço deve ser solicitado com antecedência e é cobrado de acordo com o tamanho e tipo do animal, e trecho do voo.


AMERICAN AIRLINES

Animais permitidos: cachorros e gatos
Destinos indisponíveis (cabine de passageiros): Havaí, Argentina,  Bolívia, Brasil, Chile, Uruguai e Venezuela

Na cabine de passageiros:
– Ter até 9 kg
– Estar limpo e livre de odores
– Ter no mínimo 2 meses de idade
– Alguns estados exigem atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Carteira de vacinação atualizada
– Ser vacinado contra raiva no mínimo 30 dias e no máximo 12 meses antes da viagem
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Reserva de poltrona na janela em assento que não seja na saída de emergência

O serviço deve ser solicitado com antecedência e está sujeito ao limite de sete animais por voo.  A taxa do serviço é de USD por caixa de transporte animal.

No compartimento de carga:
– Ter até 45 kg
– Não ser de raça braquicefálica, ou seja, de focinho achatado
– Carteira de vacinação atualizada
– Vacinas exigidas pelo país do destino
– Possuir caixa de transporte de acordo com o padrão da IATA
– Identificação do dono
– Não ter no itinerário lugares em que a temperatura está acima de 29°C ou abaixo de 7°C
– Possuir atestado de saúde emitido até 10 dias antes do voo
– Certificado Veterinário Internacional para voos saindo do Brasil
– Certificado Zoosanitário Internacional para voos saindo do Brasil
– Instruções de alimentação indicadas na caixa de transporte
– Declaração de que o animal foi alimentado 4 horas antes do voo
– Ser vacinado contra raiva no mínimo 30 dias e no máximo 12 meses antes da viagem
– Animais são aceitos apenas em voos com duração de até 12 horas
– Não são aceitos para voos com destino ao Reino Unido

O serviço deve ser solicitado com atecedência e custa USD 150 para voos de/para o Brasil e USD 175 nos demais trechos disponíveis.

A caixa de transporte:
De acordo com a Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA), são permitidos dois tipos de caixas para transportar o animal: o kennel rígido e o flexível. Ela deve ter espaço suficiente para o animal dar uma volta completa, ter aberturas para ventilação e ser forrada com material absorvente.

O passageiro deve providenciar água e comida suficiente para toda a viagem quando o animal viaja no compartimento de carga/bagagem. A caixa do animal é colocada na área ventilada do porão do avião.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *