5 lugares que vão te dar uma aula sobre direitos humanos

Viajar é sempre um aprendizado. No meu último mochilão, conheci uma mexicana que estava passeando com os filhos pela Tailândia. Ela contou que os meninos, adolescentes já, haviam perdido as duas últimas semanas de aula, o que é inadmissível na Alemanha, onde viviam, e uma bobagem na opinião dela. “Eles estão aprendendo muito mais aqui, a vida ensina coisas que não dá para entender em sala de aula”, disse. E ela tem razão. Experimentar um lugar não é o mesmo que ler relatos e ver fotos impressas em livros. Confira  abaixo cinco lugares no mundo para conhecer a história dos líderes e das lutas pelos direitos humanos.

Presídio na ilha Robben, na África do Sul, onde Mandela foi mantido preso
Presídio na ilha Robben, na África do Sul, onde Mandela foi mantido preso

Mandela e a ilha Robben
Nelson Mandela é um nomes mais importantes na história dos direitos humanos, igualdade racial e luta por liberdade. Ele foi o principal representante do movimento contra o apartheid, liderou movimentos estudantis na África do Sul, foi líder do Congresso Nacional Africano, coordenou ações contra a repressão, foi condenado e passou  27 anos encarcerado no presídio da Ilha Robben, a  11 quilômetros da Cidade do Cabo. A ilha foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1999, e é um memorial da história da África do Sul, principalmente da luta contra o apartheid. Lá, é possível conhecer onde Mandela e seus companheiros passaram décadas presos e como era a rotina do presídio de segurança máxima.

Martin Luther King e um bairro em Atlanta
“I have a dream (…)” é um dos discursos mais emocionantes dos anos 1960 e o mais famoso do líder norte-americano Martin Luther King Jr. Pastor, ativista político e a principal figura da luta pelos direitos dos negros nos Estados Unidos, conhecido por pregar a paz e condenar a volência. O líder coordenou vários atos pacíficos contra a segregação racial entre os anos 1950 e 1960, o que lhe rendeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. Visitar Atlanta, no estado Geórgia, é uma boa oportunidade para aprender mais sobre a história do apartheid nos Estados Unidos. O Martin Luther King Jr. National Historic Site, The King Center, reúne várias construções ligadas à vida do líder, como a casa onde ele morou e a igreja onde ele se casou e atuou como pastor.

Casa onde Martin Luther King Jr. morou, nos EUA
Casa onde Martin Luther King Jr. morou, nos EUA

Mahatma Gandhi e sua casa em Nova Delhi
O líder indiano ficou conhecido por pregar formas não-violentas de protestos pela igualdade racial, direitos humanos e contra a ocupação dos ingleses na Índia. Gandhi é uma das figuras de destaque quando o assunto é igualdade e paz mundial, as ideias dele inspiraram líderes como Mandela e Martin Luther King Jr, influenciaram conflitos no mundo todo e lideraram protestos durante a Segunda Guerra Mundial. Gandhi pregava a “desobediência civil” como forma de protesto, fez inúmeras greves de fome como forma de luta. A casa onde o líder viveu  e morreu  (foi assassinado) em Nova Delhi, na Índia, é um memorial sobre a trajetória do líder do “amor universal”, desde o nascimento até os últimos feitos nos anos 1940.

A casa de Mahatma Gandhi, na Índia
A casa de Mahatma Gandhi, na Índia

Dalai Lama e o Palácio de Potala
O 14º da linhagem de líderes espirituais do Tibete, o monge Tenzin Gyatso, tem mais de 100 títulos honrosos e um Nobel  da Paz. É uma voz da paz mundial e do amor ao próximo.  Tenzin Gyatso prega a filosofia budista como ferramente para encontrar a paz nos acontecimentos contemporâneos . O líder governou o Tibete de 1950 a 1959, quando teve que fugir do país por conta da invasão dos chineses. O lugar onde Tenzin Gyatso e outros líderes Dalai Lama viveram, o Palácio de Potala, em Lhasa, no Tibete, continua em pé e se transformou em museu estadual da China. O palácio começou a ser construído em 1645, tem mais de 1 mil cômodos e fica a uma alitude de 3.700 metros. O local foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1994 e é uma atração turística popular de Lhasa.

O Palácio de Potala no Tibete
O Palácio de Potala no Tibete

Madre Teresa e Calcutá
A religiosa albanesa é uma das mulheres mais consagradas no mundo pela luta por direitos humanos. A missionária ficou conhecida por ajudar os pobres e doentes, recebeu o prêmio Nobel da Paz e foi canonizada pela Igreja Católica. Alguns críticos levantam controvérsias sobre os reais interesses e feitos da congregação religiosa Missionárias da Caridade, fundada por Madre Teresa, assim como a fé da líder no poder divino. Madre Teresa viveu em Calcutá, na Índia, onde abriu um abrigo para necessitados e a primeira unidade da congregação religiosa Missionárias da Caridade, presente atualmente em 133 países no mundo. A cidade é a quinta mais populosa da Índia e lá pe possível conhecer organizações de caridade criadas por Madre Teresa, o local em que ela trabalhou por mais de quatro décadas – que se tranformou em museu – e alguns pertences.

Missionárias da Caridade, fundada por Madre Teresa
Missionárias da Caridade, fundada por Madre Teresa

ENVIE UMA MENSAGEM

QUER AJUDA PARA SUA PRÓXIMA VIAGEM?
Sending

One thought on “5 lugares que vão te dar uma aula sobre direitos humanos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *